Mais uma vez a esquerda sai em defesa do homem de Cunha

No Ceticismo Político, lemos um texto de Luciano Ayan sobre o papel ridículo desempenhado por Waldir Maranhão à frete da Presidência da Câmara dos Deputados. Escreve Ayan:

Isso já está constrangedor. O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão, não consegue sequer agir como gente grande. No menor sinal de pressão, ele cai no verde.

Sim, a situação de Maranhão está constrangedora. O sujeito simplesmente esqueceu que é homem, e não consegue conter a onda que se abate contra ele sempre que tenta presidir seu cargo. Mas fica a pergunta: o que esse senhor está fazendo ali ainda? Não era para ter sido deposto após aquele episódio conhecido como “A confabulação dos Asnos”, quando o governador comunista Flávio Dino e o então advogado-geral da União José Eduardo Cardozo o convenceram a suspender as sessões do impeachment na Câmara com três garrafas de Velho Barreiro e o cargo de Secretário de Ciência e Tecnologia do Maranhão. É, o sujeito não consegue sequer falar direito, mas iria ocupar uma secretária de Ciência e Tecnologia. Pior do que isso é só imaginar que o estado do Maranhão tem uma secretária dessas consumindo o pobre cidadão daquele estado.

Mas o assunto não é esse: quem é que mantém a figura patética por lá?

Já dissemos isso aqui: Maranhão é sustentado por PT, PCdoB e PSOL. Mesmo sendo homem de Eduardo Cunha, autor de várias manobras pró-Cunha no Conselho de Ética da Câmara. Para se ter uma noção do quanto Maranhão é protegido pelo PT, basta ver essa sequência de depoimentos nos vídeos abaixo: primeiro o deputado baiano José Carlos Aleluia atropela o patético Maranhão com uma descompostura que constrangeria até um moleque de sete anos. Em seguida vem um ardoroso defensor de Maranhão, vociferando que o deputado boçal tem legitimidade. E vejam só: o defensor de Maranhão é Zé Geraldo, do PT paraense.

Aleluia aplicando nocaute em Maranhão

O petista Zé Geraldo defendendo o fantoche número 1 de Eduardo Cunha

Mas o que? Quer dizer que Aleluia não pode questionar Maranhão porque ele foi eleito como vice… Mas então o #ForaTemer também é uma campanha golpista, já que o presidente interino foi eleito para ocupar a vice-presidência! Da mesma forma cabe perguntar: E o Cunha? Ele também não foi eleito?

Dessa situação se tiram duas conclusões: o PT mente quando diz que é inimigo de Eduardo Cunha, que repudia suas manobras e sua falta de ética. O PT é ainda pior que mil Cunhas, já que se guia por uma moral rasteira e indigna até para prostíbulos. Como esse partido só se pauta pelo sindicalismo do crime, eles sustentam o inepto Waldir no cargo, ainda que seja só para manter a aparência do poder, uma vez que ele simplesmente não exerce as atribuições de seu cargo. Nesta hora o PT não vê problemas de apoiar um fantoche de Cunha. Não só o PT, mas toda a sua entourage. Ou será que alguém viu Silvio Costa com sua cútis de areia de gato chamando Waldir de “preposto de Cunha”? A outra conclusão é simplesmente devastadora para o petismo: se para eles a melhor alternativa é apoiar Maranhão, significa que eles simplesmente perderam qualquer controle sobre os rumos da história. Vamos nos lembrar disso quando a escória disser que o processo de impeachment apoiado por 66% dos brasileiros é parte de um golpe comandado por Michel Temer e Eduardo Cunha.


Colabore com a manutenção do site, doe para O Reacionário

Clique aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s