Arquivo da tag: Eugênio Aragão

O 3º ministro de Dilma suspenso por irregularidades

 

Eugênio Aragão teve sua nomeação suspensa pela juíza Luciana Raquel Tolentino de Moura, da 7a Vara Federal. O Ministro não se desvinculou do Ministério Público, o que torna sua nomeação ilegal. Em resumo, não vai ter golpe contra a Operação Lava Jato. É o terceiro ministro de Dilma suspenso por ordem judicial. Antes dele, houve a suspensão da posse de Wellington César Lima e Silva pelo mesmo motivo de Eugênio Aragão, que é a vinculação com o Ministério Público. Depois foi a posse de Lula, suspensa por diversas liminares em todas as partes do Brasil. O que antes era uma suspeita acabou ficando claro com a divulgação dos áudios da organização criminosa. A intenção de Dilma era obstruir a justiça, e por isso a posse de Lula foi suspensa.

O fato da presidente Dilma não ser capaz de nomear um ministro que não seja de forma irregular ou criminosa se junta aos diversos motivos pela qual ela deve ser afastada do cargo. É uma pessoa que só se cerca de criminosos, simplesmente incapaz de seguir a lei. E quem passa vexame é o Estado brasileiro, que sinaliza para a comunidade internacional que não consegue manter conformidade com sua ordem jurídica.

Ao contrário do que disse o líder do Partido dos Trabalhadores José Guimarães (aquele do assessor com os dólares na cueca), a presidente não pode nomear quem ela bem entende. O cargo dela lhe confere o poder de fazer indicações para os cargos, decisões que podem ser absolutamente monocráticas. No entanto, não vivemos em um Estado de exceção como aqueles idealizados pelo PT e suas linhas auxiliares. Mesmo quem ocupa o cargo de presidente deve respeitar as leis. O fato de Dilma não respeita as leis, isso significa que ela não pode mais permanecer no cargo.

Ela já nomeou dois membros do Ministério Público para a pasta da Justiça simplesmente para colocar cabresto na Polícia Federal, mesmo sabendo que a nomeação é ilegal. Quanto falta para que nomeie Fernandinho Beira-Mar ou Marcola para o ministério? Melhor não pagar para ver. Não se pode duvidar de quem já nomeou ao menos duas pessoas ligadas à morte do prefeito de Santo André Celso Daniel.

Temos que resgatar a legalidade e fortalecer nossas instituições. Temos que destronar a presidente criminosa.


Colabore com a manutenção do site, doe para O Reacionário

Clique aqui

Anúncios

Os estranhos vazamentos da Lava Jato

eugenioeugenio-aragao-andre-dusek-estadaoHoje a mídia veiculou algumas planilhas contendo nomes de políticos relacionados à lista da Odebrecht. Poucas horas depois o juiz Sérgio Moro decretou sigilo sobre as informações. Aparentemente a lista não deveria ter sido vazada. Sendo assim, porque não o material foi divulgado?

É curioso que isso aconteça pouco tempo depois do ministro da Justiça Eugênio Aragão ter sido notificado pelo Supremo Tribunal de Justiça, onde terá que explicar as ameaças feitas contra a Polícia Federal em entrevista concedida à Folha. O ministro disse que “Não precisa de provas, que basta que ele sinta o cheiro de vazamento para que substitua a equipe da PF”. É interessante notar o tempo dos fatos. Bastou o STJ cobrar explicações para que surgisse um vazamento. O que vai acontecer agora é que Aragão terá munição retórica para justificar sua fala fascista.

Notem que nem o atual ministro e nem seu antecessor José Eduardo Cardozo jamais se manifestaram sobre os vazamentos de informações da Lava Jato que beneficiaram o petismo. Isso mesmo. Quando a Polícia Federal chegou na residência de Lula e no “instituto” que leva seu nome, todos já sabiam da Operação Aletheia. A informação foi vazada à blogs sujos que defendem o governo, o que deu tempo para que o ambiente fosse preparado antes da batida da polícia. Mas o governo não toca no assunto, já que possui uma visão seletiva das coisas. Qualquer ilegalidade à favor é válida para o petismo. É por isso que nomearam Aragão para o Ministério, para garantir a impunidade e a injustiça.

 


Colabore com a manutenção do site, doe para O Reacionário

Clique aqui